Header Image - Linux Clube

Configurando o Nginx + php-fpm

by linuxclube 0 Comments
Configurando o Nginx  + php-fpm

Você viu aqui como instalar o Nginx. É bem simples e prático. Agora vamos ver como configuramos o acesso para PHP.

Primeiro, você tem que instalar o PHP-FPM:

Depois altere(ou adicione) a opção cgi.fix_pathinfo no php.ini para que fique:

Crie um pool no php-fpm para o Nginx:

Nesse arquivo, você vai alterar o nome do pool, e se quiser a porta para execução.

No virtual host do domínio desejado, inclua a linha para execução:

Depois de salvo, basta reiniciar o Nginx e o php-fpm

Dica:

Já pensou ter que incluir todas essas linhas em cada virtualhost? Não dá neh. Vamos otimizar isso.

Crie um arquivo de configuração específico para interpretar o php, por exemplo /etc/nginx/conf.d/php.conf com o conteúdo:

Assim, no virtualhost do domínio que for utilizar, basta adicionar um include para que a configuração seja aplicada:

Beeem mais simples! Só fazer o restart e ver os seus arquivos PHP funcionando!

Dúvidas, sugestões, críticas? Nos comentários!

Até a próxima.

😉

 

Espalhe a palavra...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Instalando Nginx (engine x) no Centos 6

by linuxclube 0 Comments
Instalando Nginx (engine x) no Centos 6

Mas, por quê Nginx? O que tem de especial?

Basicamente, o Nginx funciona em threads, ao contrário do Apache, que usa processos. Digamos que o servidor tem um pico de requisições, 150.000 por exemplo.

Nesse cenário, o consumo de memória das threads é muito mais eficiente do que o de processos, muito bom pra quem tem limitações de recursos de hardware. Não é à toa que grandes empresas usam o Nginx:

– Netflix;

– CloudFlare;

– WordPress.com;

– Github;

Por ae você pode tirar que o Nginx aguenta muita porrada. Bom, vamos realizar a instalação passo a passo do Nginx no Centos 6.

Instalação

Primeiro, vamos criar o repositório do Nginx(na verdade, você só precisa do EPEL):

Faça a Limpeza do cache do yum e a instalação do nginx:

Pronto, está instalado. Agora vamos confirmar a configuração da porta.

Vá até o arquivo /etc/nginx/nginx.conf na sessão server, dentro de http:

Altere a opção “listen” para a porta que você deseja subir o Nginx. No meu caso, antes de virar para produção, coloquei a porta 8080.

Agora é subir o Nginx:

Confirmar que tá rodando na porta correta:

Não esqueça de incluí-lo para subir no boot do servidor:

Para que o seu site possa funcionar com o PHP, clique aqui.

Agora, sim. Nginx instalado e funcionando. Fácil né?

Perguntas? Problemas na instalação? Escreva nos comentários, que vamos lhe responder 😉

Espalhe a palavra...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn